15 de jun de 2010

Questão 109:

Em relação à “viúva-negra”, é sabido que os machos podem não tentar fugir após o acasalamento, mas será que isso é uma adaptação ativa em prol de sua morte ou uma reação automática à verdadeira adaptação — a quebra do órgão sexual e a deposição de uma tampa de acasalamento na fêmea (pois tal ferimento poderia enfraquecer o macho e explicar a sua subseqüente prostração)? Além disso, os machos de viúva-negra são minúsculos em comparação com as suas parceiras — apenas uns 2% do peso da fêmea. Uma refeição tão pequena vai fazer muita diferença? Por que, então, diante dessa perturbadora falta de evidências, a nossa literatura está repleta de comentários sobre o óbvio bom senso evolucionário do canibalismo sexual?


Nenhum comentário:

Postar um comentário