8 de jun de 2010

Questão 12:

Supondo que certas cobras corais brasileiras não-venenosoas adquiriram a sua esplêndida coloração por “imitação”, de modo que, assemelhando-se com as corais venenosas, seus inimigos naturais evitam atacá-las, não seria ainda mais aconselhável à coral não-venenosa que tivesse adquirido o próprio veneno, em vez de, por seleção natural, ter adquirido a pele arlequínea de suas primas perversas? Não haveria – “maior felicidade para o maior número” de cobras corais? (Penna: “Pelemos”)


2 comentários:

  1. A evolução é cega, as mutações não têm direção. Provavelmente a evolução das corais dependeu de diversos fatores, como co-evolução presa/predador, enquanto que a falsa coral pegou um caminho mais fácil e rápido.

    ResponderExcluir
  2. A evolução é cega!?
    Eu não diria cega. Até pelo contrário: Já estudou a estrutura (em particular) do corpo humano e sua bio-mecânica?
    Estude sua função desde as reações químicas, processamentos lógicos, audição, visão... além das funções de cada órgãos. Depois poste aqui sua logica da aleatoriedade.

    ResponderExcluir